Pássaro solto na Índia

Foto-Igor-Amin-640x360 copy

O cineasta Igor Amin, que esteve na Índia para estudar inglês na ILSC-New Delhi, ainda hoje se sente tomado pelas emoções que viveu em sua jornada. Na websérie que ele criou especialmente sobre a experiência, Igor mostra de forma criativa o dia a dia da cidade e do curso na ILSC. Aqui, ele escreve uma homenagem à Índia e ao conhecimento interior. 

 

पक्षी ढीला

Dheela Pakshee

Pássaro Solto

Por Igor Amin 

“Pássaros soltos do verão vêm cantar em minha janela, e seguem adiante voando.” – Rabindranath Tagore

foto Igor india riquixa2

Como dizia o poeta indiano Rabindranath Tagore, longo é o tempo da minha jornada, e longo é o caminho. Saí em um avião da cidade de Belo Horizonte no primeiro raio de luz, e continuei a minha viagem através dos desertos dos mundos, deixando minhas pegadas em muitas estrelas e planetas que avistava na chegada ao país das cores, mais especificamente na cidade de Nova Deli. O caminho mais longo é o que mais se aproxima de ti, pois após quarenta e oito horas de viagem, com escalas na Turquia, a mais difícil aprendizagem é a que leva à extrema simplicidade de um acorde. Foi no caos sonoro das ruas indianas  que pude experimentar o que é ouvir o silêncio dentro de nós.

O viajante precisa bater em muitas portas alheias para finalmente chegar à sua própria; Nessa jornada conheci pessoas com sorrisos que brilhavam, uma cultura cheia de sensações e que juntos comigo vagaram por todos os mundos de fora, para finalmente alcançar o santuário mais íntimo. Foi em uma escola de inglês na cidade de Nova Deli, em Shivalik, no bairro Malviya Nagar, que esses íntimos se encontraram por meio de uma só língua, o inglês.

foto Igor India frutas

É fantástico como podemos nos comunicar de uma forma comum, unidos na diversidade, assim como aprendemos a aprender com os mestres Ioguis. Foi quando liguei meu celular e, após vinte dias sem escutar minha própria língua, uma melodia linda cantava aos meus ouvidos “meu pensamento viaja em busca de encontrar amigos amigas”. Era Milton Nascimento me fazendo lembrar de onde vim. Nas imagens ao lado, como um filme, via camponeses colhendo arroz, do táxi que nos levava aos himalaias, e que também nunca pude ver (o céu estava coberto de neblina). Lembrei daquela força que me guia a cada segundo e nunca me deixa só. Uma vez ela me disse que podemos sim encontrar a paz dos himalaias em uma grande metrópole, ou ainda, dentro de nós.

foto Igor musicos india

Meus olhos andaram por toda a parte antes que eu os fechasse e dissesse: “Aqui estás!”. Isso aconteceu ao desembarcar em minha morada e sentir-me acolhido nesse interior que podemos, sim, encontrá­‐lo. “Onde?” ‐ misturam-­‐se às lágrimas de mil torrentes e afogam o mundo na onda desta certeza: -­‐ “Eu sou!”.

(Texto inspirado nos poemas do livro Gitanjali (Oferenda Lírica) de Rabindranath Tagore)

 

Assista à websérie completa “India Doc School”:

Comments

comments

*

*

Top