Conheça a vencedora do concurso Pardonnez mon Français

IMG_5123

A vencedora do concurso Pardonnez Mon Français, promovido pela ILSC e a Seawall Intercâmbio, foi a paulistana Fernanda Milene da Silva, de 25 anos. Ela ganhou uma bolsa integral para estudar francês durante quatro semanas na ILSC Montreal. O curso começa hoje e Fernanda, claro, está mega feliz! Nesta entrevista, você vai conhecer um pouco mais sobre ela, saber como foi a criação do vídeo vencedor e quais os seus planos para o futuro.

 Veja aqui o vídeo da Fernanda: http://goo.gl/JlIaZ6

 

Fernanda, poderia nos contar um pouco sobre você?

Eu me chamo Fernanda, tenho 25 anos de idade, nasci e morei toda a minha vida na capital de São Paulo. Sou formada em Pedagogia pela Universidade de São Paulo e sou apaixonada por aprender e ensinar.

Como ficou sabendo do concurso Pardonnez Moi mon Français?
Fiquei sabendo do concurso através da página do Facebook ILSC-Brasil, da qual sou seguidora, pois recentemente fiz um curso na ILSC- Toronto para imersão em língua inglesa.

Pode nos contar um pouco sobre sua experiência na escola? O que aprendeu, quais foram as experiências mais marcantes?
Fiz um curso de 12 semanas de Inglês. Acredito que, ao fim do curso, me formei sentindo mais segurança e domínio nessa língua. A ILSC é uma escola que recebe muitos alunos estrangeiros e por isso tem uma ótima infraestrutura para acolhê-los e promove muitas atividades extracurriculares. O que foi mais importante para mim foram as aulas que trabalharam habilidades relacionadas à comunicação e, claro, estar totalmente imersa no ambiente anglófono ajuda muito. Tive inúmeras oportunidades para experimentar e exercitar o que aprendi no cotidiano. Uma coisa importante para minha aprendizagem foi deixar o celular e alguns aplicativos “facilitadores” de lado e pedir informações na rua para os locais. Quase todas as experiências que tive foram inesquecíveis, desde as mais corriqueiras, como se comunicar em outro idioma, lavar a roupa na coin laundry, ter roommates, ver a euforia do verão nos festivais de ruas e bairros, observar as definições das estações do ano, e a chegada do outono, até as mais complexas, como se conhecer melhor, criar vínculos com pessoas de outras culturas, ver um jogo de basebol, organizar uma viagem de trem.

Como teve a ideia do vídeo para o concurso e como foi a realização?
A ideia do vídeo surgiu de algumas conversas com amigos e familiares. Fiz alguns brainstormings perguntando a eles o que imediatamente vinha à mente quando escutavam as palavras França ou francês. Muitos dos “clichês” apareceram e foi então que eu decidi representar alguns deles com uma imagem autoral, e optei por desenhá-las. Particularmente, eu gosto muito das publicações minimalistas e simples, dessa forma escolhi um traço bem simples para esse registro. Durante o processo de filmagem contei com a ajuda de uma grande amiga e seu celular, que possui uma câmera de alta definição. Enquanto eu fazia os desenhos, ela gravava e, a cada tomada, nós verificávamos se tinha correspondido à expectativa inicial. A edição foi feita com o software iMovie, onde utilizamos um processo de aceleração dos quadros, e outras ferramentas de corte e junção das tomadas. A nossa preocupação era fazer o vídeo transmitir a mensagem, bem como caber em 30 segundos. Por fim, a escolha da trilha sonora foi feita de forma bem pessoal, pois já conheço e admiro o trabalho da cantora Zaz e a energia da música “Je veux”, a meu ver, transmite muito bem a atmosfera francesa.

Você tinha esperanças de ganhar ou foi uma surpresa?
Como todo bom brasileiro, a gente sempre tem esperança de conseguir uma oportunidade como essa, mas nem sempre acredita que pode acontecer de verdade com a gente. Obviamente, contei com o incentivo daqueles que me cercam, divulguei nas mídias sociais o link e recebi os votos dos meus colegas, amigos e familiares. Mas, quando vi o resultado do concurso, realmente foi uma surpresa!

E o que espera do novo curso em Montreal?
Espero que o curso em Montreal venha completar e consolidar minha formação em língua francesa. Ainda não tenho domínio avançado desse idioma, mas gostaria de, ao fim do curso, prestar um teste oficial.

E depois disso, quais são os seus planos para o futuro?
O meu plano é aplicar para um curso de mestrado em Educação numa das Universidades daqui no próximo ano.

Que conselho daria para quem deseja vir estudar no Canadá?
O conselho que eu dou é organização e planejamento. Hoje em dia o intercâmbio é uma experiência totalmente possível. Com um objetivo em mente, é só se planejar com antecedência e organizar formas para juntar dinheiro. Tendo o orçamento em caixa, é partir para desbravar outro lugar do mundo. Pesquisar bastante onde realizar esse projeto também é muito importante. É preciso estudar qual é o país que se encaixa melhor no seu perfil e nos seus objetivos pessoais e fazer toda a documentação necessária. Isso tudo pode ser facilmente encontrado com alguma agência de intercâmbio ou através da internet, lendo blogs das pessoas que já viveram experiências como essas, entrar em comunidades de pessoas que tem o mesmo objetivo ou que já moram no lugar que você tem interesse etc. Depois disso tudo, é só fazer a mala e se jogar em cada oportunidade que aparecer e, com certeza, serão experiências inesquecíveis e aprendizagens para a vida toda!

Comments

comments

Related posts

*

*

Top

All ELICOS programs are part of the English Language Programs for International Students CRICOS Code: 060152J.
ILSC (Brisbane) PTY LTD is trading as ILSC-Brisbane, ILSC-Sydney, ILSC-Melbourne, ILSC-Adelaide, Greystone College and ILSC Australia RTO Number 31564, CRICOS Code: 02137M.
Greystone College of Business and Technology (Toronto) Inc. (Greystone College (Toronto)), Greystone College of Business and Technology (Greystone College (Vancouver)),
Collège Greystone (Greystone College (Montréal))and ILSC India PVT Ltd (operating as Greystone College (New Delhi)) herein collectively referred to as “Greystone College”.