4 tesouros escondidos de Melbourne que você precisa conhecer

Contribuição de Cade Lucas, Professor da ILSC-Melbourne

Curiosamente, eu sou uma das poucas pessoas que trabalham na ILSC-Melbourne que é verdadeiramente de Melbourne. Então quando foi tomada a decisão de iniciar o curso de English through Melbourne, eu era a escolha mais lógica como professor. A única preocupação que eu tinha era encontrar lugares que não eram tipicamente turísticos – visitado um milhão de vezes por milhões de pessoas – mas que ainda seriam atrativos para os estudantes. Olhem só o que eu encontrei:

1. Laneways

Um clichê clássico de Melbourne é que cangurus saltam rua abaixo e coalas vivem nos postes de iluminação. Ok, obviamente isso não é verdade, porém há um outro  estereótipo bem verdadeiro – a forte cultura do café em Melbourne. Para demonstrar que cultura de café não é sinônimo de Starbucks, um passeio pelos becos de Melbourne torna-se imperdível! Começando do lado oposto da Flindres St. Station, na Degraves St., você pode ir caminhando tranquilamente pela Central Avenue e escolher qualquer um dos inúmeros cafés para uma xicara do seu favorito. Cruzando a Collins St, diga olá para o Block and Royal Arcades, um do mais antigos e conceituados locais de compras da Austrália. Ou você pode se maravilhar com os bolos e os preços no Hopetoun Tea Rooms, enquanto dá uma olhada em um ou outro souvenier.

Um dos muitos becos fascinantes de Melbourne

2. St Patrick’s Cathedral

Devido às grandes comunidades irlandesa e italiana em Melbourne, a Igreja Católica Romana deixou suas marcas na cidade, tanto metaforicamente quanto fisicamente, na forma dessa impressionante catedral. Inaugurada em 1897, esta obra gigante se ergue sobre o canto nordeste da cidade, com sua torre imponente e arquitetura neogótica visível a quilômetros de distância. As janelas de vitrais e o órgão gigante são suficientes para interessar a qualquer ateu, enquanto do lado de fora existem jardins encantadores com fontes de água e estátuas.

Estudantes da ILSC-Melbourne do lado de fora da St. Patrick’s Cathedral

3. St. Kilda Backstreets e Corroboree Tree

Longe do Luna Park, Acland Street e da praia, ainda existem outros tesouros escondidos e surpreendentes. Em um raro exemplo de vida selvagem em um ambiente urbano, os alunos podem andar pelo quebra-mar no píer St. Kilda e encontrar pinguins sob as rochas, grunhindo uns com o os outros em plena luz do dia. No outro extremo do subúrbio, uma das ruas mais movimentadas de Melbourne, a St. Kilda Junction, abriga sua árvore mais antiga. A Corroboree Tree foi envolvda pela rua movimentada, mas permanece firme e orgulhosa mais de 350 anos depois que brotou pela primeira vez! Ela faz parte do Albert Park, que celebra a rica história indígena de St. Kilda.

A Corroboree Tree na St. Kilda Junction tem mais de 350 anos! (foto de Chris Cody, Flickr)

A Corroboree Tree na St. Kilda Junction tem mais de 350 anos! (foto de Chris Cody, Flickr)

4. Immigration Museum

Pessoas vindas do mundo inteiro podem achar interessante visitar um museu que fala exatamente do mesmo tema. O Immigration Museum apresenta exposições sobre as várias ondas de imigração de Melbourne e como os imigrantes chegaram por aqui. O museu inclui até uma réplica de um dos navios, com compartimentos diferentes refletindo as mudanças nas condições ao longo dos anos.

Deixe-se levar pela magia da capital cultural da Austrália!

 

Interessado no curso English Through Melbourne? Navegue pelo hashtag #EnglishThruMelbun no Instagram para ver as fotos mais recentes de estudantes que exploraram a cidade. Leia mais sobre o curso aqui. Assista nosso vídeo abaixo e veja mais motivos incríveis para estudar na Capital do cool na Austrália.

 

 

Comments

comments

*

*

Top